Com mais de 2 milhões de visualizações em seu canal do YouTube, a banda Mensageiros do Vento traz a proposta inovadora do show ANUNNAKI, que traz o repertório da primeira ópera rock em animação feita no Brasil, com a performance da banda sincronizada com a exibição do filme no telão.

Formada pelos músicos Fabrício Barretto (guitarra e voz), Fabio Shiva (baixo), Julio Caldas (guitarra e vocal) e Valter Filho (bateria), para construir o repertório, a banda se inspirou nas traduções das tabuletas de argila da Suméria, a primeira civilização humana conhecida, que revelam a história da saga dos Anunnaki, “aqueles que do céu para a terra vieram”. Fabrício Barreto e Fabio Shiva, que assinam as composições, também são responsáveis por outra ópera rock marcante, VIDA – The Play of Change (2002), da banda Imago Mortis, considerado um dos melhores discos de heavy metal já gravados no Brasil.  

A banda Mensageiros do Vento estreou com o espetáculo Rockstória do Brasil, sobre a história do rock no Brasil e que, também, fazia um passeio pelos momentos mais marcantes da história política, econômica e comportamental  do país. Foram mais de 300 shows nos primeiros 3 anos, com destaque para a temporada na Casa da Música e para a circulação em escolas de Salvador. Em seguida, a banda lançou Canções Para Um Mundo Melhor, apresentado nos projetos Dê Asas à Liberdade, em Santo Antonio de Jesus, UCSAL pela Paz e projeto Pelourinho Cultural. O grupo também já se apresentou no Palco do Rock, em 2010 e 2019, no Teatro SESI, no Radical Wave Bahia BB Show, e no Salvador Live Music, em 2012. Ainda em 2012, a banda Mensageiros do Vento estreou o show A Música da Década, apresentado diversas vezes no Largo Quincas Berro D’Água e, em 2013, no Festival de Verão. Agora, em 2019, a banda volta aos palcos para apresentar o show inédito Anunnaki. 

ANUNNAKI – Mensageiros do Vento - Lançada em 2016, a animação vem despertando o interesse devido à ousada proposta de contar uma versão alternativa para a origem do homem, inspirada nos estudos de Zecharia Sitchin e de outros pesquisadores da Suméria e dos Anunnaki. As tabuletas sumérias representam o mais antigo registro histórico conhecido, sendo anteriores, em no mínimo, 2.000 anos aos livros do Pentateuco ou Torá, os cinco primeiros livros da Bíblia. E é por isso que a história contada nas tabuletas sumérias é tão intrigante e desafiadora, pois é semelhante até os mínimos detalhes às narrativas da criação do homem e do dilúvio contidas no livro do Gênesis, contudo com uma perturbadora diferença: a humanidade teria sido criada à imagem e semelhança de seres extraterrestres. 

Com patrocínio do Fundo de Cultura (SECULT/BA) e apoio de Athelier PHNX, Servdonto, Studio 12A, Orion Cymbals e Staner Audioamérica, a animação vem sendo aclamada pelo público e pela crítica, inclusive internacionalmente, com matérias divulgadas em veículos de comunicação dos Estados Unidos, Inglaterra, Espanha, Itália, Venezuela, Argentina e Polônia. Em 2017, a banda foi indicada ao Prêmio Caymmi, na categoria “Melhor Roteiro de Videoclipe” (Fabrício Barretto e Fabio Shiva).

APOIO
  APOIO FINANCEIRO

Para assistir ao filme completo: